Você está aqui: Página Inicial / Quatro projetos recebem aprovação unânime da Casa de Leis

Quatro projetos recebem aprovação unânime da Casa de Leis

por Administrador publicado 04/09/2017 15h50, última modificação 04/09/2017 16h41

Em pronunciamento na Câmara Municipal no início de agosto, em sessão extraordinária realizada no Palácio Humberto de Oliveira Serra – Plenário Arthur Mendes de Oliveira, na Sede do município, o comandante da 2ª Companhia da Polícia Militar de Conceição da Barra, Capitão Samir Torres Scarpini apresentou aos vereadores a nova dinâmica da atuação da PM de uma maior aproximação da polícia com as comunidades, reorganizando e ampliando o patrulhamento na Sede do município e nos distritos de Braço do Rio e Itaúnas.

De acordo com o Capitão, a atenção da PM está voltada, principalmente, para o Distrito de Braço do Rio, que apresenta um histórico mais elevado de violência, não só devido o tráfico de drogas, mas também por ser a região que registra mais crimes de feminicídio, que são os crimes praticados contra as mulheres.

Outro ponto abordado pelo comandante foi a implantação do Projeto “Visita Tranquilizadora”, já utilizado em Vitória, e que consiste na visita semanal às mulheres vítimas de agressão. “Esse monitoramento da polícia na residência das vítimas é uma forma de estar acompanhando e também garantindo segurança a essas mulheres”, explicou o Capitão Scarpini, lembrando que o Espírito Santo é o Estado brasileiro com maior número de crimes, sendo que a maioria dos autores são os próprios maridos das vítimas.

O comandante ressaltou ainda que as câmeras de videomonitoramento, que funcionam 24 horas por dia foram apontadas pelo comandante como de fundamental importância na redução do índice de criminalidade em Conceição da Barra. Além de contribuir na identificação de criminosos, as câmeras também têm colaborado muito no trabalho realizado pela polícia, que através das imagens tem chegado mais rápido aos locais onde acontece alguma ação criminosa.

“A presença constante da polícia nos bairros tem mudado essa sensação de impunidade no município. Nossa missão é a de garantir mais segurança e tranquilidade aos cidadãos e isso a polícia está realizando através de uma presença constante nos bairros e ruas da cidade”, finalizou o Capitão Scarpini.

Na oportunidade, a vereadora e presidente da Câmara, Mirtes Eugênia Rodrigues Pereira Figueiredo agradeceu ao Capitão Scarpini e falou da parceria que o Poder Legislativo vem mantendo com a Polícia Militar em Conceição da Barra, que segundo ela, tem realizado um excelente trabalho no município, haja vista a queda no índice de crimes no município.

“Temos uma grande preocupação com este município na questão da segurança, já passamos por situações difíceis, mas tenho confiança no trabalho da Polícia Militar e estaremos sempre buscando o melhor para os cidadãos e para Conceição da Barra, cidade que escolhi para morar”, disse Mirtes, lembrando que esse é o papel do vereador, buscar a união entre o Poder Legislativo e o Poder Executivo ajudando nesse grande desafio que é o desenvolvimento da região. “Temos que sepultar os desentendimentos do passado e buscar o melhor para Conceição da Barra. Enquanto eu estiver à frente do Legislativo buscarei sempre a harmonia e a união em prol do desenvolvimento de nosso município”, completou.

Na sessão foram analisados e aprovados por unanimidade o Projeto de Lei nº 018/2017 que cria o Centro de Excelência Educacional “Jorge Duffles Andrade Donati, Escola Municipal no Distrito de Braço do Rio, em Conceição da Barra; Projeto de Lei nº 019/2017 que cria o Centro Municipal de Educação Infantil Dr. Aluízio Feu Smiderle, no Distrito de Braço do Rio, em Conceição da Barra, de autoria do Poder Executivo municipal; além do Projeto de Lei nº 021/2017 que dispõe sobre a denominação de Avenida Jorge Duffles Andrade Donati, no Bairro Urbes, e o Projeto de Lei nº 022/2017 que dispõe sobre a denominação da Rua Hildete Vaz dos Santos, no Bairro Nossa Senhora da Conceição, neste Município de Conceição da Barra, ambos de autoria da vereadora e presidente da Câmara Municipal, Mirtes Eugênia Rodrigues Pereira Figueiredo.

Já outros dois projetos, um que institui o “Dia Municipal do Condutor de Transporte Escolar” no âmbito do Município de Conceição da Barra, de autoria da vereadora Mirtes Eugênia Rodrigues Pereira Figueiredo, e o que ordena e disciplina a nomeação com títulos, a Bairros e logradouros do perímetro urbano do Município de Conceição da Barra, de autoria do Poder Executivo municipal, foram encaminhados às Comissões Permanentes.

Ainda na sessão foram apresentados os balancetes do mês de junho de 2017, do Poder Legislativo e dos meses de maio e junho de 2017, do Poder Executivo, além de 22 Proposições que foram encaminhadas à Secretaria Legislativa da Câmara Municipal para envio ao Chefe do executivo municipal.

Presidida pela vereadora e presidente do Poder Legislativo, Mirtes Eugênia Rodrigues Pereira Figueiredo (PR), a sessão contou também com a presença dos parlamentares, Sidiomar Souza Barbosa (PSDB), vice-presidente; Almir Maia Machado (PMDB), 1º secretário; Luciara Ferreira da Silva (PSDB); 2ª secretária; Anderson Kleber da Silva (SD); Adilson Vasconcelos Conceição (PSC); Walyson José Santos Vasconcelos (PP); Joilda Araujo dos Santos (PRP); Jorge Rocha dos Santos (PSDC); Juvenal dos Santos (PSC); e George Batista Rodrigues (PV).

 

Os trabalhos legislativos foram auxiliados pelos servidores, Glícia Paris Mozer (chefe de Gabinete), Dr. Jadison da Costa Quartezazi (Sub-Procurador), Leandro Loiola e Patricia Bonifácio.

 

Proposições apresentadas pela vereadora Mirtes Eugênia Rodrigues Pereira Figueiredo:

 

Que seja construída uma “Calçada do Lazer”, com bancos, ao longo da Rua 17 de Abril (Avenida Linha Verde), que margeia o mangue no Bairro Vila dos Pescadores, Bairro Nossa Senhora da Conceição e Bairro Catita, nesta cidade de Conceição da Barra.

A presente INDICAÇÃO prende-se ao fato de que, além de interligar os Bairros: Santo Amaro, São José, Marcílio Dias I e II e Floresta (Cohab I e II) ao Centro da cidade de Conceição da Barra, a Rua 17 de Abril também registra um intenso fluxo de veículos como: automóveis, caminhões e motos.

E por falta de um passeio público (calçadas) nas duas laterais da rua, os moradores que se deslocam nos dois sentidos dessa via púbica acabam expondo em risco sua vida e de seus acompanhantes.

Em visita ao local observamos que os próprios moradores já construíram pequenos fragmentos de calçada em alguns pontos, o que sem dúvida pode nortear a realização de um PROJETO PAISAGÍSTICO pela Prefeitura Municipal.

 

Que seja feita, com urgência, a restauração das ferragens dos corrimãos das duas laterais da Ponte do Santo Amaro, bem como a restauração e pintura da estrutura metálica de sustentação do piso de concreto.

JUSTIFICATIVA: A presente INDICAÇÃO se justifica em face ao precário estado de conservação das ferragens que compõem os corrimões de proteção lateral da ponte, o que pode ocasionar um acidente com vítimas, tendo em vista o intenso fluxo de moradores que utilizam aquela passagem como ponto de interligação entre os Bairros: Santo Amaro, São José, Marcílio Dias I e II e Floresta, ao Centro da cidade de Conceição da Barra.

Ressaltamos ainda o visível estado de corrosão da estrutura metálica que sustenta todo o piso de concreto, e que há décadas não recebe a devida manutenção, o que coloca em risco a vida de pedestres e de motoristas que utilizam aquela ponte, e caso não seja feita a devida manutenção toda a estrutura poderá ruir.

 

Que seja feita com urgência a reforma e restauração da estrutura metálica da passarela construída na lateral da ponte sobre o Rio São Domingos, em Santana, nesta cidade de Conceição da Barra, bem como a emissão de um “LAUDO TÉCNICO” pela Defesa Civil Municipal sobre um possível risco de desabamento da passarela, que em apenas uma década já apresenta um afundamento de cerca de 30 centímetros em sua estrutura central.

JUSTIFICATIVA: Construída para interligar a “Calçada do Lazer” e dar maior segurança aos adeptos de caminhada e à população dos bairros: Santana, Novo Horizonte, Quilombo Novo e Antônio Lopes, que se deslocam diariamente ao Centro da cidade de Conceição da Barra pela Rodovia Adolpho Serra.

Ressaltamos que a tão propalada passarela, em apenas uma década já apresenta um desnível de cerca de 30 centímetros em seu vão central, o que sem dúvida pode ser o indício de afundamento de sua estrutura, o que pode também estar colocando em risco a vida e segurança da população, com um possível desabamento de toda sua estrutura.

 

Que seja providenciada com urgência a restauração e substituição da tampa (quebrada) do bueiro localizado na esquina da Avenida Pai João com a Avenida Nossa Senhora da Conceição (na esquina do prédio que abrigava o antigo DPM), no trevo da cidade de Conceição da Barra.

JUSTIFICATIVA: Justifica-se a INDICAÇÃO tendo em vista que o bueiro encontra-se quebrado e com a tampa danificada.

Ressaltamos ainda que aquela via pública registra um expressivo fluxo de pedestres, veículos automotores e ciclistas, e, poderá a qualquer momento ocorrer um acidente não só material, mas também com cidadãos que passam diariamente pelo local.

Além do dever de garantir segurança aos cidadãos, o Município também pode ser penalizado financeiramente por danos morais e danos materiais em decorrência de um evento danoso.

 

Que seja acionada a EDP (Escelsa), empresa concessionária de energia elétrica, neste Município, para realização de serviço de aprumo do poste localizado em frente ao nº 2011 (Bar Caminho de Casa), na Avenida Anízio Kock da Cunha, entre o Bairro São Thiago (Cohab I) e Bairro Sombra e Água Fresca, nesta cidade de Conceição da Barra.

JUSTIFICATIVA: Justifica-se a INDICAÇÃO tendo em vista que, além de apresentar uma inclinação acentuada, o poste também é condutor de redes de baixa e alta voltagem e com o risco iminente de queda poderá provocar uma tragédia com vitima fatal.

Outro fator relevante é que a rede elétrica de alta voltagem passa sobre dezenas de residências e a inclinação do posto é uma grande preocupação dos moradores e cidadãos que utilizam diariamente aquela via pública.

Que seja feita a capina e coleta de lixo e entulhos no Bairro Marcílio Dias I, principalmente, na Rua Geraldo José da Silva e Rua Izaurino Pereira, nesta cidade de Conceição da Barra.

JUSTIFICATIVA: A INDICAÇÃO se justifica, tendo em vista que o mato, o lixo e entulhos estão tomando conta dos logradouros públicos daquele Bairro, e necessita urgente de uma ação do setor de limpeza da Prefeitura Municipal, o que sem dúvida trará uma melhor qualidade de vida para os moradores.

 

Que seja feita a capina e coleta de lixo e entulhos ao longo do manguezal que margeia a Rua Angelim, no Bairro Santo Amaro, nesta cidade de Conceição da Barra.

JUSTIFICATIVA: Justifica-se a INDICAÇÃO pelo fato da margem do mangue estar tomada por mato, lixo doméstico e entulhos, o que coloca em risco todo o ecossistema da região dos manguezais no Município.

É sabido que o mangue é um berçário natural da reprodução de peixes e crustáceos, e sem uma devida preservação, certamente comprometerá toda cadeia produtiva de “nosso” estuário.

 

Que seja realizada a obra de drenagem e calçamento de toda a extensão da Rua Angelim, localizada no Bairro Santo Amaro, e que margeia o mangue daquele Bairro, nesta cidade de Conceição da Barra.

JUSTIFICATIVA: Justifica-se a INDICAÇÃO tendo em vista que é a única via pública do Bairro Santo Amaro que ainda não recebeu melhorias de infraestrutura como rede de águas pluviais e pavimentação.

Destacamos ainda que existem dezenas de imóveis naquela rua, e que pagam anualmente os impostos cobrados pela Prefeitura e nestas últimas três décadas o município não realizou nenhuma benfeitoria em beneficio dos moradores do local.

 

Que sejam realizados reparos na rede de esgoto e calçamento da Rua São José, no trecho localizado em frente à casa de nº 13, no Centro da cidade de Conceição da Barra.

JUSTIFICATIVA: A INDICAÇÃO se reveste da necessidade de melhorar a trafegabilidade daquela via pública, que apresenta desníveis e buracos provocados pela rede de esgoto, garantido assim mais segurança e uma melhor qualidade de vida para os cidadãos que residem próximos ao local.

 

Que seja feita a coleta de lixo e entulhos no terreno baldio onde se localiza o imóvel (abandonado) que abrigava a antiga sede do Comissariado de Menores, localizada na esquina da Rua 17 de Abril (Avenida Linha Verde), no Bairro Chácara Catita, com a Rua Alegre, no Bairro Marcílio Dias II, nesta cidade de Conceição da Barra.

JUSTIFICATIVA: Justifica-se a INDICAÇÃO pelo fato de que o local está sendo utilizado para o despejo de lixo doméstico e entulhos, o que, além de contaminar todo o ecossistema dos manguezais da região, também tem contribuído na proliferação de mosquitos, baratas e ratos.

Sabemos que o mangue é um berçário natural de reprodução de peixes e crustáceos, e sem uma devida preservação, certamente comprometerá toda cadeia produtiva de “nosso” estuário.

 

Que seja feita, com urgência, a restauração dos brinquedos, bem como a revitalização de toda a área da Praça Adelar Xavier, localizada no Bairro Marcílio Dias II, nesta cidade de Conceição da Barra.

JUSTIFICATIVA: A presente INDICAÇÃO se justifica em face ao precário estado de conservação dos brinquedos e dos bancos de madeira, que se deterioram com o tempo.

Conforme verificamos “in loco”, a maioria das peças que compõem o conjunto de brinquedos se desfizeram naturalmente devido as intempéries do tempo ou foram arrancadas ou destruídas, e o que sobrou dos equipamentos pode causar sérios acidentes às crianças que utilizam o local.

A Praça Adelar Xavier se tornou um ponto de encontro de famílias, principalmente, nos finais de semana quando registra um intenso movimento de pessoas que usam o local como área de lazer.

Tal fato nos preocupa e também nos deixa perplexos o estado de abandono de um patrimônio público, o que sem dúvida reflete uma imagem negativa do Município.

 

Que seja feita a coleta das mantas de fibra de vidro (lã de vidro) utilizada em revestimentos de geladeiras e fogões, e que está sendo descartada por proprietários de oficinas especializadas no conserto desse tipo de eletrodomésticos em terrenos baldios, nesta cidade de Conceição da Barra.

JUSTIFICATIVA: A fibra de vidro, também conhecida como lã de vidro, é um resíduo que pode apresentar riscos de contaminação tanto à saúde pública quanto ao meio ambiente. Considerado cancerígeno e poluidor atmosférico, a poeira e as partículas desse material podem causar problemas de saúde quando inaladas, ingeridas ou em contato com a pele.

Além de conter em sua formulação alguns componentes como óxidos de potássio, ferro, cálcio e alumínio, o processo de fabricação ainda utiliza solventes e resinas, que são extremamente tóxicos.

A orientação é de que quem trabalha ou manuseia esse tipo de material deve utilizar máscara, luvas e roupas especiais em virtude das partículas que são liberadas causarem irritações na pele, olhos e aparelho respiratório, causando inflamação, espasmos, lesão celular e fibrose nos pulmões.

Daí nossa preocupação com o descarte desse material em terrenos baldios e próximos aos manguezais e mananciais de nossa cidade.

No caso de descarte, o correto é contatar uma empresa de gerenciamento de resíduos que dará a permissão para o descarte da fibra de vidro que poderá ser reciclada ou incorporada com segurança a um aterro sanitário.

 

Que seja providenciado com urgência o repasse dos recursos do Fundo da Infância e Adolescência (FIA), destinados ao Projeto ARTE CONVIDA (PACOVI), entidade localizada no Distrito de Braço do Rio, neste Município de Conceição da Barra.

JUSTIFICATIVA: Justifica-se a INDICAÇÃO tendo em vista que os recursos do Fundo da Infância e Adolescência (FIA), destinado ao Projeto ARTE CONVIDA (PACOVI), entidade filantrópica sem fins lucrativos e que atende crianças e adolescentes de 9 a 15 anos em risco social foi aprovado recentemente pelo Conselho Municipal da Criança e do Adolescente para custear os serviços prestados por esta entidade às crianças e adolescentes naquele Distrito.

 

Que seja criada a Secretaria Municipal da Criança e do Adolescente, no âmbito do Município de Conceição da Barra, objetivando melhorias das políticas públicas e direcionar esforços com foco na questão da Criança e do Adolescente.

JUSTIFICATIVA: Após a vigência da Lei nº 8.069/1990, do Estatuto da Criança e do Adolescente, que veio regulamentar o artigo 227 e seguintes da Constituição Federal de 1998, a criança e o adolescente passaram a ser prioridade absoluta das políticas públicas sociais da gestão pública.

A atitude de criar essa Secretaria, colocando a prioridade absoluta para a criança e o adolescente, como foco central na gestão pública, certamente marcará a administração do prefeito na história de Conceição da Barra.

A Secretaria Municipal da Criança e do Adolescente terá como atribuições principais: elaborar e executar programas de amparo à criança e ao adolescente; estabelecer a política municipal de apoio à integração no mercado de trabalho do adolescente; assessorar o prefeito nas políticas públicas de inclusão social da criança e do adolescente, articulando iniciativas públicas e privadas de proteção social na sua área de atuação.

E ainda, articular-se com órgãos e agentes públicos estaduais e federais, com empresas privadas e organizações não governamentais envolvidas nos programas de atenção integral à criança e ao adolescente; e zelar pelo permanente cumprimento das políticas governamentais de assistência ao seu público-alvo no município de Conceição da Barra.

 

Que seja criada a Secretaria Municipal Quilombola, no âmbito do Município de Conceição da Barra, como forma de garantir melhorias da qualidade de vida e das políticas públicas voltadas para as Comunidades Quilombolas no Município.

JUSTIFICATIVA: Quilombolas são grupos étnico-raciais de descendência africana, com trajetória histórica própria, dotados de relações territoriais específicas, com presunção de ancestralidade negra relacionada com a resistência à opressão histórica sofrida, e que mantém as tradições culturais, construindo relações específicas no território para a reprodução social, econômica e cultural da comunidade.

Notadamente, no Município de Conceição da Barra existem 10 grupos formados pelas Comunidades Quilombolas do Linharinho, Angelim I, Angelim II, Angelim III, São Domingos, Roda D’água, Morro da Onça, Coxi, Macuco e Porto Grande.

Estima-se que existem aproximadamente seis mil quilombolas em Conceição da Barra, que formam um clã de cerca de 1200 famílias descendentes de negros.

As Comunidades Quilombolas são, historicamente, preservadoras ambientais, e a criação da Secretaria Municipal Quilombola é uma garantia para o desenvolvimento econômico do Município e os direitos sociais e ambientais das comunidades locais.

A terra para os quilombolas é mais que um recurso econômico, é sua identidade, é ele próprio. É preciso ampliar os mecanismos de escuta aos quilombos, para garantir a democracia e os direitos dessas comunidades.

A Secretaria Municipal Quilombola teria como atribuições: a implementação de alternativas de desenvolvimento para as comunidades; garantir a sua reprodução física, social e cultural; consolidar mecanismos efetivos para destinação de obras de infraestrutura (habitação, saneamento, eletrificação, comunicação e vias de acesso); e construção de equipamentos sociais destinados a atender as demandas, notadamente as de saúde, educação e assistência social;

Outros eixos seriam: o desenvolvimento produtivo local e autonomia econômica, baseado na identidade cultural e nos recursos naturais presentes no território, visando a sustentabilidade ambiental, social, cultural, econômica e política das comunidades; bem como direitos a cidadania, estimulando a participação ativa dos representantes quilombolas nos espaços coletivos de controle e participação social, como os conselhos e fóruns locais e nacionais de políticas públicas, de modo a promover o acesso das comunidades ao conjunto das ações definidas pelo Governo Federal  e Governo Estadual e seu envolvimento no monitoramento daquelas que são implementadas em comunidades remanescentes de quilombos.

 

Que seja colocado um coletor de lixo (tambor com corrente e cadeado) na praça de estacionamento localizada no final da Rua 13 de Maio, próximo ao Bar do Tetéu, no Bairro Bugia, nesta cidade de Conceição da Barra.

JUSTIFICATIVA: Justifica-se a INDICAÇÃO tendo em vista o local, por ser um ponto turístico que recebe um expressivo número de pessoas nos finais de tarde para visualização do por do sol sobre o Rio Cricaré.

Portanto, como no local também existem algumas casas residenciais e é um atrativo turístico, se faz necessária a instalação de um recipiente coletor, evitando assim que o lixo seja jogado nas vias públicas, praia e margem do Rio Cricaré.

 

Que seja determinado ao setor de Zoonoses que realize com urgência uma campanha em todo o Município de Conceição da Barra, no sentido de combater o Caramujo Gigante Africano, bem como conscientizar a população sobre o manejo adequado do vetor, responsável pela disseminação da meningite eosinofílica e a angiostrongilíase abdominal.

JUSTIFICATIVA: A presente INDICAÇÃO prende-se ao fato de que, o vetor mais frequente da doença no país é o Caramujo Gigante Africano, que ingerem fezes de roedores contaminadas com as larvas do verme. Ao se locomoverem, liberam um muco contaminado que pode infectar humanos por meio de contato com a pele ou ao ingerir legumes, frutas e verduras mal lavados. O molusco tem sua maior incidência nos dias nublados e chuvosos, pois é quando saem de seus abrigos em maior número e invadem quintais, jardins e residências.

Existem duas zoonoses que podem ser transmitidas pelo Caramujo Gigante Africano. Uma delas é chamada de meningite e osinofílica, causada por um verme Angiostrongylus  cantonensis, que passa pelo sistema nervoso central, antes de se alojar nos pulmões.

A segunda zoonose, com casos já registrados no Brasil é a angiostrangilíase abdominal causada pelo parasito Angiostrongylus costaricensis. Muitas vezes é assintomática, mas em alguns casos pode levar ao óbito por perfuração intestinal e peritonite.

 

Proposição apresentada pelos vereadores: Sidiomar Souza Barbosa, Joilda Araujo dos Santos e Mirtes Eugênia Rodrigues Pereira Figueiredo:

 

Que seja concluída com urgência a obra do campo de futebol, dotando a praça de esportes com dois banheiros, um gramado, arquibancadas, bem como calçamento em volta do campo localizado no Bairro Nossa Senhora da Conceição, no Distrito de Braço do Rio.

JUSTIFICATIVA: A presente indicação se justifica em face da obra de construção do referido campo de futebol estar paralisado a cerca de nove meses e o mato começa a invadir toda a área do campo, o que configura um descaso com o dinheiro público aplicado na construção daquela arena. Destacamos ainda a necessidade da construção de dois vestiários dotados de toda infraestrutura necessária para atender os atletas, bem como o piso de grama com sistema subterrâneo de irrigação e calçamento entorno do campo. Lembramos que a região do Distrito de Braço do Rio é carente em opção de lazer e o futebol, uma paixão nacional, e um dos poucos atrativos de entretenimento para a população local e circunvizinha.

 

Proposições apresentadas pelo vereador Juvenal dos Santos:

 

Que seja providenciado com urgência à colocação da tampa do bueiro, localizado na Rua Girassol, Bairro Floresta, esquina com a Avenida Anysio Kock da Cunha, próximo ao depósito Almeida Gás (Romeu).

JUSTIFICATIVA: Esse bueiro sem tampa representa risco de acidentes aos pedestres e veículos que transitam naquela via pública.

 

Que seja realizado o término do calçamento e terraplanagem no final da Rua Goiabeira, sentido sul, no Bairro Santo Amaro.

JUSTIFICATIVA: Os moradores reclamam e pedem a conclusão da obra, pois quando chove, a rua fica alagada, impossibilitando aos moradores até mesmo de sair de suas residências; e os mesmos têm que passar entre terrenos baldios para não pisarem em lama.

 

Que seja realizada a obra de calçamento da Rua Projetada, entre a Rua 22 de novembro e a Avenida Linha Verde, no Bairro Nossa da Conceição.

JUSTIFICATIVA: As demais ruas daquele logradouro já receberam calçamento. Somente a Rua Projetada que até o momento não foi pavimentada.

 

Proposição apresentada pela vereadora Luciara Ferreira da Silva:

 

Que seja instalada uma rede de alta tensão no Bairro Areal em Santana.

JUSTIFICATIVA: Os moradores do Bairro acima descrito estão esperando uma posição da Escelsa, porém a mesma está cobrando um valor exorbitante para cada morador, o valor cobrado por cada extensão de rede chega à bagatela de R$ 1.734,00 reais (Um mil, setecentos trinta e quatro reais ), e os mesmos não tem como efetuar esse pagamento, portanto venho por meio deste documento pedir a colaboração para que seja feita uma avaliação conjunta a essa Casa de Leis, pois os cidadãos merecem o mínimo de atenção.

 

Assessor Especial de Comunicação